Especial Iberostar Praia do Forte – Parte 5

Restaurante Tematicos Iberostar

Restaurantes à la carte

O Iberostar Praia do Forte possui 4 restaurante temáticos (à la carte): o Odoiá (reastaurante baiano), Mai Tai (restaurante oriental), o restaurante Gourmet Do Lago e o restaurante Mar e Terra (se não me engano, era de frutos do mar).
A quantidade de reservas variava conforme as diárias. No meu caso, como fiquei 7 dias, tive direito a 4 reservas.

Já tinha decidido de antemão em quais deles iria, e um deles seria no Iberostar Bahia. Como disse anteriormente, tinham me informado que se eu me hospedasse no Iberostar Praia do Forte, teria direito à usufruir do Iberostar Bahia, o que não aconteceu porque um grupo fechou o Iberostar Bahia para eles (o que me frustrou muito, e quase estragou a viagem, porque me senti muito enganada e paguei a mais por opções extras que não ia ter).

Não sou muito fã de pratos à la carte, gosto de variedade e de provar diversas coisas, mas não ia deixar de experimentar.

 

Mai Tai – restaurante oriental

Restaurante Tematicos Iberostar

Esta foi minha primeira opção na reserva do restaurante. Achei bem diferente ter um restaurante oriental no resort e fiquei ansiosa para ver como era.

Restaurante Tematicos Iberostar

Um ponto super positivo é que, apesar de ser um restaurante à la carte, tinha um buffet com diversas opções para se servir com entradas bem saborosas: sushis, sashimis, camarão empanado, lula, dentre outros. Como tinha muita gente pegando coisas no buffet, infelizmente não consegui tirar fotos dele. Mas tirei do prato que fiz.

Para pedir o prato à La Carte, simplesmente entregaram o menu sem explicar nada, e o menu estava bem confuso para entender como o prato deveria ser pedido. Aí eu, morrendo de vergonha, tive que pedir umas 3 vezes pra explicar. Os funcionários foram bem simpáticos, mas foi meio chato, não deveria ser algo tão complicado assim.

Restaurante Mai Tai Iberostar

Esse prato estava uma delíííícia!!

O prato que eu e meu marido escolhemos foi o salmão com um tipo de arroz oriental (que, na confusão com os pedidos,  acabei não pegando o nome), simplesmente maravilhoso!! O salmão era enooorme (nem aguentei comer tudo porque já tinha comido um monte no café da manhã/almoço hehe), era suculento e saboroso. O arroz então, estava super bem temperado, lembrava bastante um arroz carreteiro, e foi o destaque do prato pra mim.

restaurante oriental iberostar

Na sobremesa, tinha algumas opções repetidas dos restaurantes principais, e algumas específicas.

Restaurante Oriental Iberostar

Tão servidos? 🙂

Gostei bastante deste restaurante, e achei que valeu a pena experimentar.

 
Odoiá – Restaurante Baiano

Restaurante baiano Odoia Iberostar

Na minha segunda reserva, fui experimentar o restaurante baiano.  Assim como o Oriental, era um ambiente muito bonito, bem decorado e agradável.

Restaurante baiano Odoia Iberostar

Pra minha felicidade, ele também era no mesmo esquema que o Oriental: havia um buffet antes do prato principal, com diversas opções.

Restaurante baiano Odoia Iberostar

Dentre as opções, havia saladas, um bacalhau bem gostoso, itens diferentes e bem interessantes, como por exemplo, uma banana picada com um queijinho coalho e coco (se não me falha a memória hehe), caldinho de sururu, sardinha frita, farofa de dendê, bolinho de aipim, mandioca frita, etc.

Restaurante baiano Odoia Iberostar

Experimentei a passarinha (esta carne ao lado do bolinho de aipim)

Inclusive, tive a chance de experimentar um item que meu chefe Fabrício me recomendou: a passarinha (lembra bastante fígado, mas o gosto é ainda mais acentuado e saboroso!).

Restaurante baiano Odoia Iberostar

mini acarajé 🙂

Tinha até um mini acarajé no buffet!

Restaurante baiano Odoia Iberostar

Restaurante baiano Odoia Iberostar

batata frita, sardinha frita, vinagrete, legumes, bacalhau, treco muito bom de banana e queijo coalho, passarinha, bolinho de aipim e batata! 🙂

Realmente, estava tudo muito gostoso. Só a sardinha que, apesar de deliciosa, não deu pra aproveitar muito porque tinha MUITA espinha e eu não quis arriscar 😦

Restaurante baiano Odoia Iberostar

O menu estava bem mais simples de entender, e evitou a fadiga hehe

Restaurante baiano Odoia Iberostar

Fui de carne de sol com pirão de leite. Estava com um certo receio do pirão de  leite, mas quando experimentei, acabei gostando bastante! É bem suave e agradável! A carne de sol também estava gostosa, mas como ela é bem dura, prefiro em pedaços mais finos, como minha avó costuma fazer. E o queijinho, então, sensacional!

Restaurante baiano Odoia Iberostar

Olha só que maravilha de apresentação nesse prato!!

Meu marido foi de filé mignon de porco com feijão tropeiro. A apresentação do prato estava maravilhosa: vinha numa folha de bananeira, coisa mais linda de se ver hehe Pedimos pratos diferentes justamente para podermos experimentar mais de uma coisa, então acabamos fazendo um “intercâmbio gastronômico” hehe O prato dele estava muito bom também, apesar do feijão tropeiro estar com um tempero bem suave, ainda assim estava muito gostoso. O filet de porco, idem.

Restaurante baiano Odoia Iberostar

Restaurante baiano Odoia Iberostar

Quanto às sobremesas, também era no mesmo esquema do restaurante Orienal. Tinha as mesmas do restaurante principal…

Restaurante baiano Odoia Iberostar

… e algumas típicas.

Restaurante baiano Odoia Iberostar
Enfim, adorei a experiência, achei o restaurante muito bom! Valeu a pena ter reservado 🙂

 
Restaurante Gourmet

Restaurante baiano Odoia Iberostar

Restaurante baiano Odoia Iberostar

Restaurante Gourmet Iberostar

Tinha até um girassol na mesa, e é minha flor preferida 🙂

Era o mais bonito e bem decorado de todos, mas foi, sem sombra de dúvidas, o pior.

Restaurante Gourmet Iberostar

O menu (tirando a parte da entrada e da sobremesa) estava uma confusão só! E, pra piorar, não tinha buffet, a entrada tinha que ser escolhida também pelo menu. Neste caso, falaram que a gente podia repetir (aí ficou a dúvida se nos outros também poderia ou não, o que não foi explicado pra nós).

Restaurante Gourmet Iberostar

De entrada, escolhi a salada de lagosta com Mikado de legumes e ragout de faisão.

Restaurante Gourmet Iberostar

Meu marido escolheu o salmão defumado recheado com espuma de camarão e culis de coral caramelizado.

A salada de lagosta estava bem sem graça, mas o salmão estava bem gostoso!

Restaurante Gourmet Iberostar

De prato principal, meu marido escolheu o Magret de Pato à laranja com caramelo de pinhões e vinagre de Modena.

Restaurante Gourmet Iberostar

Já eu fui de costelas de cordeiro grelhado à provençal com mel e crocante de alho-poró. Mal sabia eu o erro que havia cometido.

Quando chegou o meu prato, um cheiro simplesmente terrível tomou conta do ambiente. Era indescritivelmente ruim, a tal ponto que me deu ânsia e quase não consigo nem provar minha comida. Pra piorar, vi que ele estava vindo do molho do meu prato e, quando experimentei, tive uma infeliz percepção: o gosto era tão ruim quanto o cheiro!! Sério, nunca comi algo TÃO ruim na minha vida, não dá nem pra descrever como foi. Perdi até o apetite. Aí, fui experimentar o cordeiro: estava duro, esturricado e sem sabor. Eca 😦 Se eu soubesse, tinha ido jantar no restaurante principal. Pior que ainda tive a ideia de esquecer esse jantar e ir lá, mas meu estômago ficou tão revirado dessa comida que não consegui.

O prato que meu marido pediu estava melhor, mas nada de especial, ou que valesse a pena experimentar. O pato estava com uma consistência bem melhor, desmanchava na boca, mas não estava saboroso.

Restaurante Gourmet Iberostar

E por fim, a sobremesa. Eu e meu marido escolhemos a única coisa que achamos que não tinha muito como dar errado, a “surpresa de chocolate branco e preto, espuma de framboesa com menta e açúcar caramelizado”, esperando que a surpresa não fosse desagradável dessa vez hehehe

Restaurante Gourmet Iberostar

Restaurante Gourmet Iberostar

Foi uma espécie de mousse bem genérico, com um chocolate branco mais genérico ainda, e uma bolinha de menta no meio (acho que essa era a “surpresa”). A única coisa boa meeesmo era a calda de framboesa, pena que não vinha quase nada né 😦

Restaurante Gourmet Iberostar
Enfim, esse restaurante foi um desastre. Por conta dele, até desisti de experimentar o “Mar e Terra”, pois como era de frutos do mar e já tinha visto que frutos do mar/peixes não era o forte do hotel, preferi mil vezes as opções variadas do buffet principal do que correr o risco de dar tudo errado de novo e estragar minha última janta do resort.

Restaurante Gourmet Iberostar

O restaurante Gourmet é, sem dúvida, muito bonito e agradável. Porém, totalmente dispensável.

 

Tirando essa experiência ruim com o Gourmet, gostei muito dos outros restaurantes à la carte, achei melhor do que o do Salinas pelo fato de ter a opção do buffet como entrada com diversas comidas bem bacanas para escolher. Isso foi um diferencial muito bom, principalmente para mim, pois gosto muito de comer coisas bem variadas.

IberostarPraia4

No próximo post, vamos falar sobre outros destaques gastronômicos do Iberostar! 🙂

(…continua!!)

Gostou do review? Então clique aqui e siga a fanpage do blog para mais dicas, curiosidades, informações relacionadas à comida, e também para ficar sabendo das últimas atualizações do Kitchen For Dummies.

Especial Iberostar Praia do Forte – Parte 1

Iberostar Praia do Forte

Foto tirada do site do hotel

Olá, pessoal! O Kitchen For Dummies esteve ausente por um tempo, estávamos de férias no Resort Iberostar Praia do Forte e vamos contar tudo sobre como foi ficar 7 dias em um hotel All Inclusive!

O Iberostar é um resort que fica a 70 km de Salvador, Bahia, e 7 km da cidade da Praia do Forte. É um resort 5 estrelas que conta com o serviço All Inclusive, onde se pode comer e beber de tudo e o dia todo, sem nenhum custo adicional. Possui uma excelente estrutura, com diversas piscinas, academia, quadra de tênis, espaços infantis, dentre outros.

Para conhecer mais sobre o resort, visite: http://www.iberostar.com/pt/hoteis/salvador-de-bahia/iberostar-praia-do-forte

 

Um começo não lá muito bom…

Era a segunda vez que viajava para um hotel All Inclusive, antes tinha ido para o Salinas de Maragogi, que foi simplesmente maravilhoso em todos os sentidos, então a expectativa estava alta, já que o Iberostar tinha um porte maior que o Salinas.

Iberostar Praia do Forte

Sempre pesquiso bastante antes de escolher qualquer coisa, viagem, hotel, etc, foi assim com o Salinas mas infelizmente, como estava numa correria só, trabalhando muito e sem tempo pra nada, não consegui fazer tão bem com o Iberostar. Daí veio a minha primeira decepção: a praia.

Iberostar Praia do Forte

Antes mesmo de viajar, fiquei sabendo que a praia não era lá muito boa pro banho, e isso quase me estragou a viagem antes mesmo de começar. É impressionante como tem tanta gente que vai pra um resort só pra ficar na piscina. Não só li diversos reviews como tive muita indicação a respeito de ser um dos melhores resorts, mas pelo visto, quem falou isso não gostava lá muito de praia.

Iberostar Praia do Forte

Um dos destaques do resort, a piscina com bar

Já para mim, praia é o principal. E realmente não entendo como alguém faz uma viagem pra tão longe e paga tão caro se não é pra realmente aproveitar as belezas naturais do local, muito menos como alguém coloca na lista de melhores resorts um lugar que não tem uma praia que dê pra aproveitar. Certamente, nas próximas vezes, vou me lembrar que pelo visto tem muita gente que não liga muito pra praia, pelo menos não tanto como eu.

Iberostar Praia do Forte

Jacuzzi

Outro ponto que me deixou bastante preocupada foi a previsão do tempo, nada animadora: chuva todos os dias.

Mas enfim, tentei deixar tudo isso de lado e aproveitar como pudesse.

Eu e meu marido fomos no sábado dia 2 de agosto e chegamos lá por volta das 3 da tarde, a ansiedade e expectativa lá no alto, não via a hora de realmente começar a aproveitar a viagem.

O hotel era giganteeeeesco, uma estrutura fantástica, de cair o queixo mesmo. Muito bonito.

Iberostar Praia do Forte

O check-in foi meio lento, e tivemos azar de pegar um rapaz que não estava lá com muita boa vontade, queria atender vários ao mesmo tempo e não atendia ninguém direito. Enquanto uma moça ao nosso lado era super bem atendida por outra funcionária, que explicou detalhadamente o funcionamento do hotel e a localização dos pontos principais, este outro funcionário fez uma explicação coletiva, rápida e beeem por cima, foi bem chato.

Outra coisa que me não entendo é a utilização de formulários de papel, ainda mais em um resort deste porte. Gente, a tecnologia está aí, eu não entendo por que ainda tem lugar em que a gente chega e tem que escrever em um milhão de campos, sendo que era muito mais simples tê-los preenchidas no sistema diretamente, e depois impressas apenas pra assinar. Tenho fobia de formulários, argh!

Iberostar Praia do Forte

Quarto bem espaçoso!!

Iberostar Praia do Forte

Banheiro

Mas enfim, fomos para o quarto deixar nossas mochilas para podermos ir almoçar, e ficamos bem surpresos com o que vimos: o quarto era giganteeeeeesco, liiiiiindo, com um banheiro enoooorme e ainda tinha uma banheira também. Fantástico.

Iberostar Praia do Forte

Restaurante Maresias (restaurante da piscina)

Iberostar Praia do Forte

Restaurante Maresias (restaurante da piscina)

Iberostar Praia do Forte

Restaurante Maresias (restaurante da piscina)

Iberostar Praia do Forte

Restaurante Maresias (restaurante da piscina)

Como o almoço no restaurante principal já havia terminado (o horário era só até as 15h), fomos para o restaurante das piscinas pegar alguma coisa pra comer. Aí foi outro ponto que achei super negativo: a falta de informação sobre as comidas. Tinha uma variedade imensa de coisas, mas eles não colocavam plaquinhas, e quando tinha, era uma plaquinha geral falando sobre todas as comidas daquela bancada, e boa sorte pra você descobrir o que era o quê (como, por exemplo, se o molho era de alho ou era maionese).

Iberostar praia do Forte

Não custava nada ter plaquinha pra dizer que comida é né, gente? 😦

Acho que isso é ruim não só para os hóspedes, mas para o hotel em si, já que acaba tendo muito desperdício por conta das pessoas pegarem algo sem saber o que é e deixando de lado pois viram depois que era algo que não gostavam. E não é lá muito difícil colocar uma plaquinha nos alimentos, não é mesmo?

Inclusive, logo nessa minha primeira ida, tive um pequeno incidente justamente por conta desse descaso do hotel: peguei um punhado de um molho de pimenta pensando que era vinagrete e, quando coloquei na boca, foi aquele desastre! Engoli o suco em 1 segundo, tentei comer várias coisas por cima pra ver se parava de arder, mas aí já era tarde. E, por causa de uma besteira dessas, já estragou meu primeiro almoço.

Mas a pimenta não foi a única responsável…

Iberostar Praia do Forte

Comidas do restaurante da praia

Tinha lido vários comentários sobre a comida ser sem sal, e não levei tanto a sério porque mesmo nos reviews do Salinas, pessoal também reclamava muito da comida, e quando cheguei lá, ela era maravilhosa, então imaginei que a expectativa das pessoas que tava alta demais. Mas quando experimentei a comida do Iberostar, realmente vi que a reclamação tinha fundamento. Parecia comida de hospital de tão sem graça e sem tempero!! Engraçado que quando você vai pra um resort baiano, você espera tudo, menos uma comida sem tempero. E infelizmente, foi exatamente o que aconteceu (e olha que não tenho frescura com comida, viu… se digo que tava ruim, é porque tava ruim meeesmo.) Teve dia que peguei uns 4 peixes diferentes, e nenhum deles estava bom.

Iberostar Praia do Forte

Sobremesas deliciosas!! 🙂

Bom, pelo menos não foi tudo perdido, pois as sobremesas estavam realmente caprichadas e deliciosas! Só que costumo comer muito doce, então realmente estava lá para experimentar um almoço/jantar bacana e diferente, e no fim, fiquei mais na batata frita, que era a única coisa boa do almoço daquele dia.

Iberostar Praia do Forte

Frutinhas na geladeira do restaurante Maresias! Bem legal 🙂

Como aquele não era o restaurante principal, resolvemos dar uma chance e pensamos que talvez o almoço do restaurante da praia realmente não fosse tão bom mesmo. E também tinha os restaurantes temáticos, que podíamos reservar conforme a quantidade de dias no hotel.

 

Hospedar-se no Iberostar Praia Do Forte não te garante o Iberostar Bahia. Cuidado com o que dizem na hora de fechar o pacote!!

Então, fomos fazer a reserva do restaurantes temáticos e veio outra grande decepção.

Existem 2 resorts do Iberostar: o da Praia do Forte e o Iberostar Bahia. Ao fechar nosso pacote, acabamos fechando o da Praia do Forte porque nos disseram que, apesar dele ser bem mais caro, ao se hospedar no Iberostar Praia do Forte, teríamos direito ao Iberostar Bahia também. E, para garantir mais opções, acabamos decidindo pagar mais caro mas tendo um segundo hotel disponível. Mas quando fomos reservar os restaurantes temáticos, descobrimos que não podíamos ir nos do Bahia pois um grupo havia fechado o hotel pra eles.

Iberostar Praia do Forte

Vista de um dos Restaurantes Temático

Me senti MUITO enganada, principalmente porque um dos motivos de ter escolhido o Iberostar Praia do Forte foi justamente ter essa segunda opção do Iberostar Bahia, e ninguém avisa você que alguém pode simplesmente chegar lá e fechar o hotel e o “direito” que você adquiriu pagando a mais para usufruir de outro hotel simplesmente não existe mais, e você não é avisado disso, não recebe desconto, nem nada, simplesmente perdeu. Isso foi MUITO frustrante, foi a gota d’água do dia. Então, caso esteja pensando em se hospedar no Iberostar porque vieram com essa historinha de levar o Bahia junto, não seja enganado como eu fui.

Iberostar Praia do Forte

Restaurante Temático Gourmet

Enfim, infelizmente não começamos com o pé direito no Iberostar Praia do Forte. Sinceramente, no primeiro dia, queria muito pegar minhas coisas e ir embora pro Salinas de Maragogi (que me arrependi muito de ter trocado pelo Iberostar Praia do Forte).

Mas os outros dias foram sendo melhores e conseguimos aproveitar mais.

Nos próximos posts, vamos continuar falando de como foi a experiência e vamos mostrar fotos e mais fotos, especialmente das comidas de lá 🙂

(…continua!!)

 

Gostou do review? Então clique aqui e siga a fanpage do blog para mais dicas, curiosidades, informações relacionadas à comida, e também para ficar sabendo das últimas atualizações do Kitchen For Dummies.